parallax background
parallax background

FESTA DO JAZZ - Edições

2003   |   2004   |   2005   |   2006   |   2007   |   2008   |   2009   |   2010
2011  |    2012   |   2013   |   2014   |   2015   |   2016   |   2017   |   2018   |   2019   |   2020

2020

Em 2020, realiza-se a 18ª edição da Festa do Jazz. O mais importante festival de jazz feito por músicos portugueses a nível mundial com o melhor da música improvisada. Desde a sua primeira edição que a Festa do Jazz se dedica a apoiar e cuidar dos músicos de jazz portugueses. Em 2020 esse apoio torna-se ainda mais urgente e relevante devido às dificuldades que os técnicos, produtores, músicos e todos os envolvidos nesta área enfrentam.

Assim, a Festa do Jazz 2020 associa-se ao Fundo de Solidariedade com a Cultura lançado pela Santa Casa, GDA, Audiogest e GEDIPE através da recolha de donativos, via website Associação Sons da Lusofonia, que revertem a 100% para o fundo. Esta edição realiza-se, pela primeira vez, no Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa, e conta com uma parceria inédita com a RTP Palco. Desta forma, todos os conteúdos Festa do Jazz 2020 estarão disponíveis nesta plataforma, além dos concertos serem transmitidos em direto.

A Festa do Jazz é um acontecimento único em Portugal que há 18 anos mostra o melhor da música improvisada feita em Portugal. É nesta Festa que o jazz português se deixa inspirar, num momento de encontros entre gerações, diversos agentes culturais e públicos: músicos, estudantes, investigadores, produtores e amantes do jazz. Face às condições actuais da pandemia, esta edição da Festa do Jazz não terá público presencial, porém todos os conteúdos serão disponibilizados gratuitamente nas plataformas da RTP Palco - programação completa no seguimento deste texto.

A Associação Sons da Lusofonia (ASL) com direção artística do músico Carlos Martins, programa, organiza e produz a Festa do Jazz que culmina num fim-de- semana de concertos e outras atividades que permitem refletir sobre o momento que esta área da cultura vive atualmente. O jazz sempre foi uma música de resistência e de coragem. Coragem para fazer oposição social e política a acontecimentos de tendência normalizante mas também oposição cultural, incluindo a luta pessoal e coletiva contra a resistência ao novo e ao risco, e muitas vezes um ato de coragem criativa contra a banalização da vida em sociedade. Esta edição realiza-se com o apoio da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, DGArtes, Centro Cultural de Belém (CCB) e DST Group e, através da recolha de donativos, contribui para o Fundo de Solidariedade com a Cultura. O espírito deste fundo é o de apoiar individual e financeiramente o maior número de pessoas possível, afetadas e em situação de carência devido a cancelamentos ou a adiamentos de atividades culturais devido à Covid-19.

Veja o cartaz aqui