D'IMPROVISO

parallax background
Projecto comunitário dedicado a pessoas a partir dos 12 anos que pretende combater a exclusão social e artística através de práticas artísticas e de IMPROVISAÇÃO

O D’Improviso é um projecto da Sons da Lusofonia focado em criar ferramentas inovadoras para os jovens de forma a combater a exclusão social e artística que será executado até do fim de 2023 e que irá trabalhar a Improvisação (como é estudada na música mas não só) como ferramenta para se estar pronto para arriscar uma nova atitude e novas acções perante a comunidade.

Perante os problemas que acarretam as inúmeras desigualdades sociais que se encontram nos mais diversos ambientes familiares, escolares e urbanos de Lisboa, o projecto D’Improviso pretende levar aos diversos locais um laboratório sociocultural que, explorando a experiência da música improvisada, contribua para a construção de uma cidadania activa e criativa através das artes.

Este projecto destina-se a pessoas a partir dos 12 anos – idade em que consideramos terem a capacidade de arriscar conscientemente a partir do manuseamento de diferentes linguagens – com vontade de participar num projecto assente na improvisação. Aos mais jovens, falta-lhes conhecer as tradições, o trampolim para o risco, de forma a terem ferramentas para mudar o ambiente à sua volta e essa mudança pode e deve ser apoiada e integrada por pessoas mais velhas que venham a participar do projecto.

A metodologia do D’Improviso, numa primeira fase, assentará num modelo de “estúdio criativo” - onde as pessoas que participam do projecto são convidadas para a criação conjunta, para trabalharem o seu envolvimento em projectos e para desenvolver, pessoal e artisticamente, a sua presença no mundo. Estes estúdios irão ainda ser abertos à comunidade, sublinhando a importância nos núcleos familiares e dos amigos no despertar de novos públicos.

Serão criados grupos performativos que demonstrem que através da música, das artes e da educação global é possível criar espaços onde diversos diálogos se desenrolam nas várias dimensões pessoais e colectivas dos seus intervenientes. Nomeadamente, em idades em que a confrontação com o mundo é difícil de gerir é necessário ter apoio, sugerindo caminhos que evitem o insucesso escolar ou o abandono da vida criativa. É necessário improvisar sem medo e, sobretudo, improvisar em conjunto.

As acções de formação serão pluridisciplinares, com vertentes práticas e teóricas, e colocarão a tónica na criação e no cruzamento de várias áreas artísticas a partir da ideia de improvisação em tempo real.

Sobre o projecto, Carlos Martins, director da Sons da Lusofonia acrescenta:
Como pessoas ligadas à improvisação inspira-nos defender e divulgar a democraticidade que se observa naturalmente, sem hierarquias, num grupo de jazz”.

Consulte a Ficha de Projecto aqui.

Para mais informações contacte-nos através de dimproviso.asl@gmail.com

parallax background

O projecto D’Improviso quer instalar nos diversos locais um laboratório social
que contribua para a construção de uma cidadania activa e criativa através das artes.