ASL

ARQUIVO

< VOLTAR

AS VIAGENS DO FADO (1998)

Inconscientemente, escutava Fado: pelo pai, que cantava fado “acapella”, e por Amália Rodrigues, que amou pela vida fora. Diz a letra de “O Fado Português” que o fado “nasceu na proa de um veleiro”: foi através do mar que o Fado viajou e foi no mar que o Fado lançou ancora. É, por essa razão, o Fado, na sua essência mais íntima, que habita os dois lados do Atlântico, em África, na Morna de Cabo-Verde, ou no Choro do Brasil.

As Viagens do Fado reúne um elenco de músicos portugueses, cabo-verdianos e brasileiros, provenientes de várias áreas musicais. Ao lado de Carlos Martins, saxofone e direcção musical, a voz de Camané e Filipa Pais, Carlos Manuel (Viola), José Manuel (guitarra Portuguesa ), Mário Delgado (guitarra acústica) e outros convidados como Ricardo Rocha (guitarra portuguesa), Paquito (guitarra), Bernardo Sassetti (piano) e Carlos Barretto (contrabaixo), os cabo-verdianos Maria Alice (voz) e Armando Tito Trio (violão, cavaquinho e piano) e os brasileiros Ana Maria Brandão (voz), Edu Miranda (bandolim) e Loni Seiva (guitarra).

Este projecto foi apresentado em vários espectáculos dos quais se destacam o Festival Festima 96 a 21 de Novembro com organização do INATEL; Tanz Folk Festival dia 4 de Julho de 1998, em Rudolstadt, na Alemanha; no “Viva a Rua” a 13 de Agosto de 1999 na Praça do Giraldo, em Évora; no 1º Festival das Músicas e dos Portos; a  10 de Fevereiro de 2000 na Aula Magna; a 20 de Setembro de 2000 no CAEV (Centro de Arte e Espectáculos de Viseu); no Ciclo de Concertos “Músicas no Manuelinho de Belém”, a 7 de Julho de 2001, nos Claustros do Mosteiro dos Jerónimos; no Ciclo “Terceiras Jornadas de Música e Animação de Lavra”, de 2001 em Matosinhos, e no 25º Aniversário da UCLA, 2010 no Tivoli, Lisboa.